Bem-vindo(a) a Salvador das Missões - Capital Missioneira do Cooperativismo | 24 de Abril de 2024
Município de Salvador das Missões/RS
PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR DAS MISSÕES
MENU ☰
Publicado em 02/02/2024 08:02:33

ALERTA A POPULAÇÃO SALVADORENSE: A DENGUE ESTÁ MAIS PERTO DO QUE VOCÊ IMAGINA!

No último mês, houve um aumento significativo de casos de Dengue no Rio Grande do Sul e em nossa região há muitos casos confirmados da doença.

No último mês, houve um aumento significativo de casos de Dengue no Rio Grande do Sul. No Estado já foi contabilizado 1 óbito devido a DENGUE e há muitos casos confirmados da doença nos municípios vizinhos. Sendo assim o vírus está circulando em nossa região.
A equipe da Secretaria Municipal de Saúde, preocupada com esse aumento expressivo de casos, tão perto de nós, pede que a população redobre os cuidados em casa para evitarem a água acumulada, pois nela que o AEDES AEGYPTI – mosquito que transmite a DENGUE – se reproduz.


A conscientização da população da cidade e interior com a limpeza dos pátios para conter a proliferação de criadouros do inseto é uma das ações principais destacadas pela secretária, como prevenção. “A Secretaria Municipal de Saúde, conta com todos os munícipes para ajudar, não deixar o mosquito se criar em Salvador das Missões, deve fazer parte da nossa rotina, manter os pátios e terrenos limpos. A população tem que fazer a sua parte, cada um é responsável pelo seu domicílio, pelo seu ambiente, porque o melhor meio de combater a dengue é a conscientização e a participação da comunidade”, ressaltou a Secretária Geneci Andrade.


Uma das formas de prevenção da dengue é evitar e prevenir a proliferação do mosquito Aedes Aegypti. A realização de vistorias de pátios, limpeza de recipientes e descarte de objetos passíveis de se tornarem depósitos de água e a procriação do mosquito são fundamentais para esse controle.


“Todos nós somos responsáveis pela presença do Aedes Aegypti em nosso município, indiferente se município A ou B age de uma forma, todos têm de se unir para acabar com a água parada”. A Agente de Endemias Fernanda Diniz, ressaltou a importância de informações corretas e de qualidade sobre a doença e sua transmissão: “É uma das melhores formas de gerenciamento de risco em saúde, independente do agravo que se trabalhe. Convido a população a agir conosco, auxiliando nessa da limpeza dos terrenos e pátios de suas casas e empresas, realizando uma inspeção semanal para evitar qualquer depósito de água, que pode ir desde de uma tampinha de garrafa, potes de flores e brinquedos infantis”, detalhou.


Segundo Fernanda, nos dias 22 a 26 de janeiro de 2024, foi realizado o primeiro LIA do ano, na Sede e na Vila Santa Catarina, a cada 2 meses é recolhido material de 33% das residências, pontos comerciais, terrenos e também no cemitério. O LIA tem objetivo coletar amostras encontradas do mosquito Aedes Aegypti, que são enviadas para a análise em laboratório. “Tivemos um período muito chuvoso em dezembro e janeiro, com isso um alto índice de coleta, pedimos atenção da nossa população para pequenos cuidados, como evitar acúmulo de água em balde, lata, pneus e nas caixas d’água que captam água da chuva, verificar se as mesma estão bem vedadas”, reitera a Agente de Endemias.

IR AO TOPO VOLTAR UMA PÁGINA
Horário de Atendimento: 08h às 11h45min e 13h30min às 16h45min